Tendência

Apodi: Investigação da PC inocenta PM/médico da morte da universitária Ana Clara

Familiares disseram que ela não bebia álcool, não usava drogas e se quer bebia refrigerante.

Ana Clara morreu misteriosamente na noite do dia 17 de novembro de 2019 num quarto de hotel em Apodi. O ITEP constatou que ela sofreu uma forte overdose e não resistiu.

Familiares disseram que ela não bebia álcool, não usava drogas e se quer bebia refrigerante.

O caso passou a ser investigado pelo delegado Paulo Nilo, que não encontrou indícios contra o Policial Militar cearense, que também é médico, que estava com ela no apartamento.

fonte: Mossoró Hoje

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.