CPI da Pandemia

O relatório final da CPI da Pandemia será lido hoje. O documento prevê 69 pedidos de indiciamentos, segundo o analista de política da CNN Gustavo Uribe. A versão foi produzida no último fim de semana, após questionamentos dos senadores sobre divulgação prévia na imprensa, e ajustada nessa terça-feira. Entre os nomes, o relator manteve um número amplo de acusações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seus filhos Carlos, Flavio e Eduardo Bolsonaro, além de ministros como o da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário; o do Trabalho, Onyx Lorenzoni; e da Defesa, Walter Braga Netto.

Também dos ex-ministros da Saúde Eduardo Pazuello e da Relações Exteriores Ernesto Araújo. Caso aprovadas pela CPI, as propostas de indiciamento contidas no relatório devem ser encaminhadas ao Ministério Público e à Câmara dos Deputados.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.